Pedra do Telégrafo

  Endereço  Barra de Guaratiba, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
  Distância Total  3 km
  Tempo Total  1h 30min
  Elevação Máxima  354 metros
  Nível do Trajeto  Leve

 

 

 


>A CHEGADA

    A trilha fica próximo ao final da Estrada Burle Marx, no trecho que beira a  Praia Grande, em Barra de Guaratiba*, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

    O melhor caminho para chegar até lá é pela Av. das Américas, passando pelo Recreio e seguindo em direção à Costa Verde (cuidado pra não entrar na placa que indica Ilha de Guaratiba. O correto é Barra de Guaratiba!). Contornar o Posto de gasolina e pegar a Estrada Burle Marx até chegar à Praia Grande, logo após o Grupamento Marítimo dos Bombeiros (GMAR).

OBS: Outra possibilidade é seguir pela orla da Barra da Tijuca em direção ao Recreio, passar pela Prainha e Grumari e continuar até o fim, quando a Estrada de Grumari desemboca na Estrada Burle Marx. A partir daí o trajeto é o mesmo. 

OBS: Caso prefiram ir de ônibus ou não existindo outra opção, procurem saber qual ônibus deixa  na altura de Barra de Guaratiba e , em seguida, pegue o 867, que deixa bem próximo à trilha.

OBS: É possível chegar de carro até bem próximo da trilha, no início do seu trecho de terra. Para isso, logo antes do GMAR, contorne à esquerda, subindo uma ladeira. Em seguida, pegue, por duas vezes, a segunda à direita e, por fim, a direita até bem próximo à placa indicando o caminho da trilha, onde, a partir de então, não será mais possível seguir de carro. (a estrada está bem prejudicada em alguns pontos e é bastante íngreme em outros, além de haver poucos locais para estacionar o carro, por isso não a recomendo). Também é possível seguir por esse caminho à pé. É uma alternativa para aqueles que não estiverem confiantes de seguir pela trilha principal. 

>A TRILHA

    Assim que encontrarem uma vaga (em dias de sol e nos finais de semana o local enche e são poucas as vagas disponíveis, portanto evite chegar tarde!), subam as escadarias ao lado de uma casa amarela com portas e janelas azuis. Será possível identificar a logomarca do “Trilha Transcarioca“, (uma pegada de bota pintado em amarelo) em alguns pontos durante a trilha, inclusive em alguns degraus dessa escadaria, auxiliando no direcionamento.

        A primeira parte da trilha é considerado a mais exaustiva e a menos agradável, pois é uma trilha “urbana” seguindo em meio às casas, subindo por ladeiras e degraus de concreto. Esse trecho termina numa placa indicando a trilha para a Pedra do Telégrafo bem próximo à uma corrente que impede a subida de carros a partir desse ponto.

     A trilha em si é bem tranquilha, de nível leve, muito bem sinalizada e demarcada. A ida, para alguém que possua o mínimo de preparo físico, dura em torno de 30 a 45 minutos. (A maior parte é subida, então não vá achando que é um passeio no bosque!)

OBS: Em alguns trechos da trilha, há bifurcações nas quais é possível seguir em direção às Praias Selvagens de Guaratiba e Pedra da Tartaruga (Nesses trechos há placas indicando o caminho a seguir, portanto fique atento à elas!)

     Já próximo ao fim da trilha, há uma pedra que serve de mirante e permite uma visão privilegiada da região, antecipando o que está por vir mais à frente. Seguindo por mais alguns metros se chega à placa indicando que você está na Pedra do Telégrafo! (Apesar dessa placa, a verdadeira Pedra do Telégrafo está alguns metros distante, identificável pela presença de uma ostentosa bandeira do Brasil no seu topo o qual só pode ser alcançado com o uso de equipamento apropriado).

      No entorno da Pedra do Telegráfo (Cuidado com as encostas, pois não é incomum a ocorrência de deslizamentos), existem algumas outras pedras mais baixas, que podem ser escaladas com o minimo de experiência ou na disposição mesmo, além, obviamente, da famosa pedra do “abismo”, “falsa” Pedra do Telégrafo**, que se tornou famosa pelas inúmeras reportagens sobre as fotos de pessoas que simulavam estar à beira do precipício (Caso se interesse, exponho no final do artigo a minha opinião sobre a polêmica envolvendo essa pedra).

      De lá é possível ter uma visão privilegiada das Praias Selvagens de Guaratiba, Praia de Grumari e, também, de pontos mais distantes como as Pedra do Pontal e Pedra da Gávea!

>CONSIDERAÇÕES FINAIS*

-> Após a trilha, que é bem desgastante, uma dica é visitar o Alambique “Maxi Cana”, onde funciona, além do próprio alambique, um restaurante com chuveiro e piscina. O lugar é bem agradável e, se der sorte, o dono te mostra todo o processo de criação da cachaça, além de oferecer inúmeras provas  dos muitos sabores de cachaça que tem no local. Visite o site oficial: www.maxicana.com.br

-> Abaixo algumas curiosidades sobre os locais visitados:

Barra de Guaratiba: está localizada no extremo sul do município do Rio de Janeiro, separada da Baixada de Jacarepaguá pelo contraforte sudoeste do maciço da Pedra Branca. Seu nome tem origem indígena e remete aos guarás (espécie de garça de coloração avermelha que era muito abundante na região). Além das belas praias e do mirantes naturais, a região é privilegiada pela presença do manguezal as margens da Baía de Sepetiba e da Restinga da Marambaia.

Parque Estadual da Pedra Branca: “O Parque Estadual da Pedra Branca é uma unidade de conservação ambiental situada na Zona Oeste do município do Rio de Janeiro, no Brasil. É considerado a maior floresta urbana do mundo, com 12.500 hectares de extensão. […] O Pico da Pedra Branca, com 1 025 metros de altitude, é o ponto culminante da Cidade do Rio de Janeiro, Zona Oeste da Cidade, localiza-se na divisa entre os bairros de Jacarepaguá e Campo Grande, podendo ser avistado de alguns locais dos bairros de Bangu, Campo Grande e da Baixada de Jacarepaguá(Fonte: www.wikipedia.com)

 

 

 

 

 

** Muitos debates surgiram em torno da “falsa” Pedra do Telégrafo, pois de um lado estão aqueles que defendem o direito de todos fazerem uso do bem público comum, bem como o dos interessados em atrair lucro à qualquer custo e do outro lado, as pessoas que criticam a exposição exagerada na mídia e aplicativos, desse local, sem nenhuma preocupação com o impacto que isso pode causar no meio ambiente. A questão é bem delicada e exige muita cautela ao ser tratada.

Ao criar esse site, eu tive a intenção de incentivar as pessoas a experimentarem esse contato constante com a natureza  e sentir os benefícios que esse contato traz pra mente e pro corpo. Quem descobre os encantos do meio natural recebe em troca toda a paz e bem estar que só a natureza é capaz de oferecer e passa a entender a importância de preservá-la. Eu lhe pergunto: Como um pai que nunca esteve em meio às árvores conseguirá transmitir à seu filho a importância de conservá-las? Caso tentasse, o faria sem qualquer convicção. 

O que mais me preocupa com a exposição despreparada e exagerada desses atrativos naturais é a quantidade de lixo deixado no local. É comum as pessoas não habituadas ao contato constante com a natureza, transferirem hábitos desagradáveis do ambiente urbano para nossa matas, como jogar bitucas de cigarro no chão e largar embalagens de alimentos em qualquer canto. 

Por isso, insisto que convivam com a natureza, não entrando em conflito com ela. Sempre que for para uma trilha respeite o próximo, respeitando o silêncio e tranquilidade que muitos foram buscar ali. Respeite o meio ambiente, recolhendo o lixo e levando de volta com você, não danificando a vegetação de qualquer forma (pichações, deslocamento de pedras, quebra de galhos etc) e respeite o trabalho daqueles que se voluntariam para preservar o local, evitando criar atalhos e danificar placas. 

Dessa forma, estaremos todos em sintonia e transmitiremos boas heranças às próximas gerações!

 

Digiprove sealCopyright secured by Digiprove © 2015
www.pdf24.org    Enviar artigo em PDF   

Deixar uma resposta

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove
Por favor, aguarde...

Junte-se a nos!

Deixe seu nome e e-mail pra que possamos enviar todas as novidades do nosso site, (relatos de trilhas, cachoeiras, dicas sobre viagens e muito mais) assim que forem sendo publicadas!! Siga também nosso instagram - @trilhasecachoeiras - e nos envie suas fotos...toda semana publicamos o \"destaque da semana\". Grande Abraço!
Translate »