♣ Veja aqui tudo que você precisa saber sobre o Circuito do Abraãotrilha que percorre diversos atrativos históricos e naturais da Vila do Abraão, na Ilha Grande.

O Circuito do Abraão (T1) consiste numa trilha leve que passa por vários pontos históricos e atrativos naturais, na parte turística da Vila de Abraãoprincipal porto de entrada da Ilha Grande. Então o primeiro passo é chegar até a ilha Grande. Da uma olhada no artigo abaixo. 

Ilha Grande: como chegar, quando ir, o que fazer

 

♦ Tudo sobre o Circuito do Abraão

Praia Preta - Ilha Grande

Localização (clique no link)Início do Circuito (ao lado da guarita do Parque)
Distância (ida e volta)-
Tempo em movimento (ida e volta)-
DificuldadeLeve

O Circuito do Abraão começa logo após a cabine de fiscalização do PEIG (Parque Estadual da Ilha Grande) no canto mais a esquerda de Abraão (pra quem está olhando para o mar). Basta clicar no link pra ser direcionado para lá no GPS.

Depois dessa cabine, que marca a entrada do PEIG, tem uma ponte; passando dessa ponte, começa o circuito, com dois caminhos a seguir; tanto faz qual escolher, pois ambos retornam ao mesmo ponto. Escolhi seguir pela direita, beirando a praia. Os principais atrativos são os seguintes:

» Igreja Católica de São Sebastião

Breve história: “igreja católica de São Sebastião é um dos principais pontos turísticos da Vila do Abraão. Impossível passar pela vila sem conhecer esta referência histórica e cultural da Ilha Grande, que fica localizada bem na praça principal do Abraão. A igreja  tem o mesmo nome do santo padroeiro do Rio de Janeiro. A igreja de São Sebastião tem mais de 150 anos de existência. Foi construída antes da visita de D. Pedro II a então Fazenda do Holandês (hoje, Vila do Abraão). O Imperador chegou  em 1863 na Praia das Palmas, para liberar o comando de sua embarcação ao prático que lá vivia, e este, conduziu-a até ao Abraão onde pernoitaram, por causa do mar revolto. Sua Majestade passa a noite na Fazenda do Holandês e no dia seguinte, antes de prosseguir viagem, dá uma contribuição para a construção da porta principal da igreja, que até então, só possuía a porta lateral.

» Praia do Corisco / Pedra do Corisco

No decorrer da caminhada você passará pelo Mirante do Pescador e mais à frente por uma pedra rachada, conhecida como Pedra do Corisco (dizem os antigos que esta pedra foi atingida por um raio – corisco), na Praia do Corisco.praia-do-corisco

» Praia Preta

Com águas cristalinas e areia preta, essa praia tem uma beleza bem particular ;

Breve história: A água doce vem do córrego do Abraão que, antigamente, servia para abastecer o hospital de quarentena (lazareto). Aliás, a maior parte dos fragmentos que compõem a areia escura da Praia Preta foram trazidos pelas águas deste córrego. São provenientes das rochas que constituem a Ilha Grande e foram alterados pela ação das chuvas, ventos, mar e Sol.”

praia-preta-ilha-grande

» Ruínas do Lazareto

No fim da Praia Preta tem umas ruínas encobertas por plantas e raízes, são as Ruínas do Lazareto. Para continuar no circuito, siga pelo caminho que passa por trás das ruínas;

Breve história: As ruínas do antigo Lazareto da Ilha Grande fazem parte das atrações do Circuito do Abraão. O Lazareto foi construído em 1871 para receber passageiros enfermos que chegavam ao Brasil vindos de outros países. O Lazareto funcionou como hospital de quarentena até 1913, quando foi totalmente desativado.Com a explosão da Revolução Constitucionalista em São Paulo em 1932, Getúlio Vargas reabre o Lazareto que volta a funcionar como presídio. Neste período passaram por lá alguns imortais como o escritor Orígenes Lessa.Com a construção do novo presídio (IPCM), os presos, que estavam no Lazareto, foram transferidos para Dois Rios e em 1954 o então governador Carlos Lacerda mandou demolir o Lazareto com tiros de canhão. Hoje, restam apenas as ruínas da parte subterrânea, algumas colunas, envoltas por raízes de árvores, a base do edifício, com extenso muro de pedras de mão e as ruínas da antiga ponte transformadas em celas de presídio. O local pode ser visitado, gratuitamente, apenas na parte externa’

ruinas-do-lazareto

» Poção (Cachoeira dos Escravos)

Em determinado ponto vai ter uma trilha subindo à esquerda, levando ao Aqueduto e Poção. Para continuar no circuito siga por ela  – A trilha em frente vai dar na Praia do Galego;

Durante a subida, a trilha passa por vestígios de construções que pertenceram ao Lazareto. À esquerda, corre o rio que forma o Poção, que está logo adiante, junto ao Mirante da Praia Preta, dois atrativos muito próximos um do outro;

Breve história: “Seu nome oficial éCachoeira dos Escravos,  pois, a Ilha Grande foi um famoso entreposto do tráfico ilegal de escravos até a abolição da escravatura em 1888. Os escravos trabalharam no cultivo do café entre 1772 e 1890 e a história conta que eles eram amarrados nas pedras da cachoeira do Poção para que pudessem se banhar.”

Poção - Vila do Abraão - Ilha Grande

» Aqueduto

Depois a trilha começa a descer até chegar à base do Aqueduto, onde uma placa conta um pouco da sua história. O Aqueduto é onde começa a trilha T02 (Aqueduto – Saco do Céu), que leva à Cachoeira da Feiticeira;

Breve história:Após a ativação do Lazareto, se fez necessário a construção de um aqueduto para abastecer o hospital de quarentena. A água, vinda do córrego do Abraão, chegava aos reservatórios através do aqueduto a uma vazão de 1000 litros por hora. O aqueduto da Ilha Grande foi construído, com pedras esculpidas pelos escravos e óleo de baleia, em 1893. Possui 125 metros de extensão e 30 metros de altura. Junto à cabeceira do aqueduto, existe uma pedra em forma de sofá, onde Dom Pedro II costumava sentar para ler sobre botânica, escrever seus poemas e desenhar a bela paisagem a que assistia ou os jardins que pretendia construir.”

De lá, para  completar o Circuito do Abraão,  retorne para a entrada do PEIG;

 

♦ Mapa / GPS

_button url=”https://www.wikiloc.com/hiking-trails/trilha-vila-do-abraao-x-ruinas-do-aqueduto-ilha-grande-141006914″]SEGUIR ESSA TRILHA PELO WIKILOC[/su_button] ou BAIXAR O ARQUIVO .GPX

Você curte as dicas que postamos aqui no blog? Então nos siga no instagram @trilhasecachoeiras para acompanhar nossas trilhas e viagens!

Espero que tenha curtido o post e tirado suas dúvidas sobre essa trilha. Se tiver mais dúvidas, fique à vontade para comentar aqui no post! Um grande abraço e que nossos caminhos se cruzem pelas trilhas da vida!

2 comentários

Roberto 11/01/2021 - 14:13

Muito Obrigado a todos os envolvidos com este site que foi MUITO BOM para matar as saudades deste lugar especial, Estive nesta ilha nos anos 80 e tenho muita saudade e cada vez é maior a vontade de voltar lá.

Responder
Lucas Batista 12/09/2021 - 14:44

Que incrível relato, Roberto! Agradecemos o comentário. Muito bom saber da sua história!

Responder

Deixe um Comentário

*By using this form you agree with the storage and handling of your data by this website.

Trilhas e Cachoeiras foi criado em 2014 para compartilhar dicas, fotos, roteiros e experiências de trilhas e viagens no Brasil e no mundo. 

Copyright©2022. Todos os Direitos Reservados ao site Trilhas e Cachoeiras

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Aceitar Read More

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.