Morro do Corcovado

  Endereço  Parque Lage – Jardim Botânico, Rio de janeiro / RJ
  Distância Total  2,3 km
  Tempo Total  3 horas
  Elevação Máxima  709 metros
  Nível do Trajeto  Moderado/Difícil

 

 

 


>A CHEGADA

     O Parque Lage fica no bairro Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio de Janeiro. O Parque é muito procurado por famílias para piqueniques e outras formas de lazer, por isso, o estacionamento lota rapidamente, se formando uma fila enorme de carros. Diante disso, a solução é chegar cedo ou procurar uma vaga no entorno.

     Para aqueles que vão de ônibus, há várias linhas que passam na frente do Parque. Procure as seguem pelo Jardim Botânico ou Humaitá. Em caso de dúvidas, pergunte ao motorista antes de embarcar.

OBS: Além de ser uma ótima distração para o fim de semana, especialmente para famílias com crianças (há grutas artificiais, lagos, parquinho e aquário no local), o Parque Lage serve de cenário para inúmeras exposições de arte no Solar Lage*, estrutura administrada pela Escola de Artes Visuais.

 

>A TRILHA

    Já dentro do Parque Lage, o início da trilha é facilmente identificado pelas placas. Antes de subir a trilha, é obrigatório passar por uma guarita e assinar um termo de responsabilidade, informando um telefone de emergência, por medida de segurança.

ATENÇÃO: Essa trilha tem histórico de pequenos assaltos, principalmente no fim da tarde. Procure saber como anda a segurança no local antes de se aventurar.

     A parte inicial da trilha é bem tranquila e agradável. Ela cruza três vezes por um riacho e duas cascatas pequenas que servem como um bom local para descanso e alimentação já que, em seguida, a trilha se torna bastante íngreme, com pouquíssimos locais repouso.

Uma das cascatinhas que tem na trilha

      Assim que as cascatas ficam para trás, não demora muito pra que a trilha, antes agradável, se torne íngreme e escorregadia. Nesse trecho da trilha, que é bem longo, é importante ter bastante cuidado e prestar atenção onde pisa. O ideal é estar bem preparado fisicamente, pois a subida exige bastante, principalmente das pernas.

      Após a longa subida, já no fim da trilha, há uma curta “escalaminhada”, isto é, uma pequena escalada com o auxílio de uma corrente presa às pedras. Esse trecho é bem tranquilo, mas é bom estar sempre atento e oferecer auxílio aos outros.

Trilha do Corcovado

      Logo após esse trecho a trilha cruza com os trilhos do bonde que leva ao Cristo Redentor. É proibido seguir pelos trilhos (pela largura do bonde eu também não arriscaria!).

OBS: Se aguardar um pouco é possível presenciar a passagem do bonde lotado de turistas e tentar tirar algumas fotos (tome muito cuidado pois o bonde anda nas duas direções).

Trilhos do Bondinho

      Os trilhos marcam o fim da trilha. Dai em diante, para seguir até a estátua do Cristo Redentor, cume do Corcovado, não há outra escolha senão seguir pela Estrada do Corcovado. Na estrada só passam vans (muito cuidado, pois elas vão e voltam a todo instante e sempre em alta velocidade). Recomendo andar sempre pelas margens da estrada e com bastante atenção!

      Chegando à entrada do Cristo Redentor é comum encontrar o entorno do monumento bem movimentado e com longas filas. O valor cobrado por pessoa no fim de semana gira em torno de R$ 32,00, bem mais caro do que durante a semana. (Para maiores informações, acesse o site do Parque Nacional da Tijuca).

 

 

Monumento do Cristo Redentor


>CONSIDERAÇÕES FINAIS*

         Abaixo disponibilizo o mapa que usamos para nos guiar pelas trilhas. É bem ilustrativo , simples e não nos deixou na mão em momento algum. Em seguida algumas considerações e curiosidades sobre os locais visitados.

 

 

Mapa – Trilha Parque Lage/Corcovado

Parque Nacional da Tijuca (PNT): “Localizado no coração do Rio de Janeiro, com acesso pelas Zonas Norte, Sul e Oeste, o Parque Nacional da Tijuca (Parna Tijuca ou PNT) protege a maior floresta urbana do mundo replantada pelo homem, com uma extensão de 3.953 ha de Mata Atlântica. É o Parque Nacional mais visitado do Brasil, recebendo mais de três milhões de visitantes por ano, entre brasileiros e estrangeiros de todas as idades. 

Dividido em quatro setores – Floresta,Serra da Carioca, Pedra Bonita/Pedra da Gávea e Pretos Forros/Covanca, o PNT tem opções de programas para todos os públicos: desde áreas para piquenique e churrascos até voo livre, escalada, trilhas e outrasatividades. Entre os famosos cartões postais do país, estão o Morro do Corcovado, onde está localizada a estátua do Cristo Redentor, uma das sete maravilhas do mundo moderno, a Vista Chinesa, a Pedra da Gávea, o Parque Lage e as Paineiras.“. Horário de Funcionamento: 7h às 17h. (Fonte: http://www.parquedatijuca.com.br/)

Se você está interessado em ajudar o meio ambiente, o Parque oferece a oportunidade de qualquer pessoa se inscrever para a equipe de Voluntários do Parque, podendo atuar em diversas atividades semanais em diferentes localidades (Floresta da Tijuca, Corcovado ou Pedra Bonita/Pedra da Gávea) ou em mutirões que ocorrem mensalmente. Para mais informações, acesse o site oficial do PNT (Link acima) ou mande uma mensagem para nós.

Parque Lage: “Toda a área que vai dos bairros do Humaitá ao Leblon fazia parte do Engenho de Nossa Senhora da Lagoa e chegou a pertencer ao capitão Rodrigo de Freitas. Em 1859, após ser dividido em propriedades menores, a área atual do Parque foi comprada pela Família Lage e transformada em palco da vida social carioca até os anos 50. Por conta de dívidas familiares, a propriedade passou ao governo federal .  Em 2004, a área passou a integrar o Parque Nacional da Tijuca. No Parque Lage, há mais de 140 espécies de árvores, muitas delas raras. Nos jardins, há lagos e grutas artificiais, um aquário e uma torre acústica construída pra os treinos de canto lírico da primeira proprietária da mansão. Há ainda, estacionamento, bicicletários, vastos recantos usados como áreas para piqueniques e parques infantis.”. (Fonte: http://www.etrilhas.com.br/)

Solar Lage: “Construção central do Parque. Belíssimo palacete construído no inicio do século passado, administrado pela Escola de Artes Visuais. Dentro da mansão há um Café e exposição permanente de obras dos alunos.” (Fontehttp://www.etrilhas.com.br/)

Corcovado:Antes chamado de Pináculo da Tentação pelos portugueses, o Corcovado era ponto turístico já em 1824, quando D. Pedro I mandou que fosse aberta uma trilha que ligava o Cosme Velho ao pico. A partir dessa época, a montanha tornou-se passeio obrigatório da Corte Portuguesa e até mesmo Charles Darwin usou a trilha para chegar ao Corcovado. Em 1884, D. Pedro II incrementou o passeio, inaugurando o Trem Turístico do Corcovado.” (Fontehttp://www.etrilhas.com.br/)

Estátua do Cristo Redentor: “É um monumento retratando Jesus Cristo, loacalizado na cidade do Rio de Janeiro, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Situa-se no topo do morro do Corcovado, a 709 metros acima do nível do mar. Foi inaugurado às 19h15min do dia 12 de outubro de 1931 dia de Nossa Senhora Aparecida, depois de cerca de cinco anos de obras. Um símbolo do cristianismo, o monumento tornou-se um dos ícones mais conhecidos internacionalmente do Brasil. Dos seus 38 metros, oito estão no pedestal e trinta na estátua, a qual é a segunda maior escultura de Cristo no mundo, atrás apenas da Estátua de Cristo Rei, na Polônia.”. (Fonte: http://www.wikipedia.com)

Digiprove sealCopyright secured by Digiprove © 2014-2015

8 thoughts on “Morro do Corcovado”

    • Lucas Levenhagen

Deixar uma resposta

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove
Por favor, aguarde...

Junte-se a nos!

Deixe seu nome e e-mail pra que possamos enviar todas as novidades do nosso site, (relatos de trilhas, cachoeiras, dicas sobre viagens e muito mais) assim que forem sendo publicadas!! Siga também nosso instagram - @trilhasecachoeiras - e nos envie suas fotos...toda semana publicamos o \"destaque da semana\". Grande Abraço!
Translate »